Desacordo comercial em obra vira caso de policiais

Publicidade

Balneário Gaivota

Em Balneário Gaivota, na terça-feira, dia 2, por volta das 10h50min a Polícia Militar atendeu uma ocorrência de desacordo comercial que se tornou ameaça no bairro Lagoinhas. A pessoa que acionou a PM trabalha para uma empresa construtora de casas de madeira e alvenaria de Gravataí (RS), que é responsável por fiscalizar uma obra no bairro Lagoinhas. Na terça-feira ele teve de acionar a PM para dar apoio pois necessitava encerrar as atividades do pedreiro e sua equipe. Segundo ele, o pedreiro descumpriu o contrato, então foi pago o valor acertado e feita a dispensa dos serviços.

A PM conversou também com o pedreiro, que disse que há uma pendência financeira no valor de R$1.600.00 e que concorda em sair do local, mas a ele e a sua equipe não possuem veículo e nem dinheiro para retornar à Gravataí(RS). Ainda segundo o responsável pela obra, o pedreiro o teria ameaçado pelas redes sociais. Após conversa entre as partes, ficou acordado que o pedreiro e sua equipe sairia do local até as 16hs.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui