sexta-feira, 12 DE julho DE 2024
AgriculturaEstado busca apoio do Ministério da Agricultura para aumentar disponibilidade de milho...

Estado busca apoio do Ministério da Agricultura para aumentar disponibilidade de milho em SC

Publicidade

O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, estiveram reunidos, nesta segunda-feira, 22, com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, solicitando o incremento nos estoques públicos de milho. Oferta de internet e de energia elétrica de melhor qualidade para o meio rural também foram assuntos discutidos na reunião.

O governador classificou as pautas como extremamente relevantes para o desenvolvimento do agronegócio no estado e a qualidade de vida do produtor rural e reforçou o pedido de parceria com o Ministério da Agricultura para os encaminhamentos com relação à oferta de milho. “Nossos produtores – especialmente o independente – estão muito preocupados com a situação, precisamos nos unir para enfrentarmos mais este desafio, assistir e levar uma resposta a quem produz”, frisa o governador.

O secretário Altair Silva também destacou que uma das principais demandas de Santa Catarina é aumentar os estoques públicos de milho disponíveis aos produtores. “Estamos em contato constante com a Conab em busca de soluções para os produtores rurais de Santa Catarina. O abastecimento de grãos segue como um grande desafio para o agronegócio catarinense. Nós estamos investindo forte em outras alternativas, como a produção de cereais de inverno, mas os resultado virão no médio prazo. No curto prazo, a ação da Conab é fundamental”, ressalta.


Foto: Divulgação / SAR

Segundo o último Relatório de Disponibilização de Estoques, referente ao período de 16 a 31 de março, a Conab possui 600 toneladas estocadas em armazéns de Campos Novos e Braço do Norte. Sendo que o consumo do agronegócio catarinense é de 19 mil toneladas por dia – 31 vezes mais do que o disponível para a compra.

“Nós precisamos desse milho. Reconhecemos o esforço da Conab, mas nosso consumo é muito grande devido à operação das nossas agroindústrias. Seguimos pedindo uma sensibilidade máxima da Companhia em relação a  Santa Catarina”, explica o secretário adjunto da Agricultura, Ricardo Miotto.

A ministra Tereza Cristina disse que o problema do milho é uma preocupação antiga e diária. “Temos um problema mundial, está faltando milho no mundo todo. Não falamos em desabastecimento, mas sabemos que os pequenos produtores de aves de ovos, suinocultores independentes e o setor leiteiro serão prejudicados. Para reverter esse quadro, estamos trabalhando em várias medidas que serão contempladas no próximo Plano Safra, vamos aumentar o limite e daremos mais crédito para induzirmos a produção de milho no país”, aponta a ministra, como medidas para amenizar o problema que afeta os produtores de Santa Catarina.

A reunião contou também com a participação do secretária executivo de Articulação Nacional, Lucas Esmeraldino, e de deputados federais e senadores da bancada catarinense.

Quebra na safra impacta oferta de grãos em Santa Catarina

Segundo o Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Epagri/Cepa), a safra de milho em Santa Catarina terá uma quebra de 28,4% em relação à estimativa inicial, fechando em 2,07 milhões de toneladas. A estiagem prolongada em 2020 e a cigarrinha do milho causaram a perda de aproximadamente 800 mil toneladas do grão nas lavouras do estado, principalmente no Oeste e Extremo Oeste.

Internet para o meio rural

O Governo de Santa Catarina também  apresentou como pauta de trabalho, aumentar os investimentos em internet no campo e oferta de energia elétrica de melhor qualidade e quantidade para o meio rural. Para isso, foi reforçado o pedido de apoio do Ministério da Agricultura.

Demanda dos produtores rurais de SC

Para fechar a reunião, o secretário da Agricultura encaminhou a pauta de reivindicações dos agricultores familiares de Santa Catarina. Entre as maiores demandas do setor produtivo estão a renegociação de dívidas do Plano Safra, a liberação de mais recursos para investimentos e medidas para apoiar os produtores de leite de Santa Catarina. Deputados e senadores da bancada federal Catarinense também acompanharam a reunião.


spot_img
spot_img

Matérias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.