quinta-feira, 18 DE julho DE 2024
CapaHomem que matou tio da ex para não pagar pensão vai...

Homem que matou tio da ex para não pagar pensão vai a Júri

spot_imgspot_img
Publicidade

Réu é acusado te ter matado o tio da ex-mulher e de tentar matar mais dois familiares dela. Júri será hoje, no Fórum de Araranguá, e, além de Adriano, outras duas pessoas serão julgadas

Araranguá

Senta no banco dos réus, nesta quarta-feira, dia 3, Adriano Vargas Marques, de 30 anos, acusado do assassinato de Reginaldo Felisberto, aos 43 anos, no dia 29 de março de 2019. O crime ocorreu no bairro Santa Catarina, às margens da BR 101, próximo da Balança, em Araranguá e Reginaldo era tio da ex-mulher do réu.

Adriano também responderá por duas tentativas de homicídio. Além dele, a sua mulher e outro homem, que estava junto no momento do assassinato, sentam no banco dos réus hoje e responderão por crimes relacionados com o homicídio e as duas tentativas de homicídio que o réu responde.

Segundo a denúncia, alguns dias antes dos crimes, Adriano e a mulher ameaçaram a ex-companheira do réu, para que ela assinasse recibos de quitação de pagamento de pensão alimentícia. As ameaças foram feitas mais de uma vez e envolveram parentes da ex-mulher de Adriano. Em mensagem de WhatsApp para o irmão da ex-mulher, Adriano diz “Na real, é o seguinte, se tu gosta da tua irmã troca uma ideia com ela […], porque eu não vou cair na cadeia por pensão, se eu for pra cadeia eu vou cair por homicídio, pode ter certeza disso”.

Além das ameaças, a ex-mulher de Adriano também apanhou da atual mulher dele, um dia antes do homicídio, para que ela desistisse do processo de execução de alimentos contra o réu.

Após as ameaças e agressões, Reginaldo (o tio da ex-mulher de Adriano e vítima do homicídio) foi até a casa do réu para questioná-lo sobre as ameaças e agressões que ele praticara contra a sobrinha. A esposa de Reginaldo e seu filho foram juntos com ele. Ao chegarem na casa de Adriano, no bairro Santa Catarina, em Araranguá, todos foram recebidos a tiros.

O filho de Reginaldo ficou ferido na perna a esposa conseguiu escapar sem lesões, segundo a denúncia, os dois só não foram mortos junto com Reginaldo, por circunstâncias alheias a vontade do réu.

Já Reginaldo foi assassinado com um tiro no peito, ele também levou um tiro na nádega e teve outros ferimentos.

O Júri ocorrerá no Fórum da Comarca de Araranguá, com acesso restrito devido as medidas sanitárias de combate ao Covid-19.


spot_img

Matérias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.