Judiciário gaúcho marca júri do caso Kiss para 1º de dezembro

Previsto para ser realizado no dia 1º de dezembro, o júri dos quatro réus apontados como responsáveis pelo incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), deverá ser realizado no Foro Central I, também conhecido como Foro Criminal, em Porto Alegre (RS). O juiz Orlando Faccini Neto, que presidirá o júri, informou que o julgamento ocorrerá nas dependências do plenário, que está em fase de construção e terá maior capacidade de público. A definição contou com o auxílio da equipe técnica do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (RS), a partir de reuniões e análises sobre variadas possibilidades.

O incêndio na Boate Kiss ocorreu em 27 de janeiro de 2013, causando a morte de 242 pessoas e deixando mais de 600 feridos. Os empresários e sócios da casa noturna, Elissandro Callegaro Spohr e Mauro Londero Hoffmann, e os músicos da Banda Gurizada Fandangueira, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Bonilha Leão, respondem por homicídio simples – 242 vezes consumado, pelo número de mortos; e 636 vezes tentado, número de feridos. Eles serão julgados por um Conselho de Sentença, no Tribunal do Júri, no 2º Juizado da 1ª Vara do Júri de Porto Alegre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui