Morre homem que foi queimado pela esposa em Santa Rosa do Sul

Vítima é Vanderlei Tomaz Roldão, morador de Santa Rosa do Sul
Publicidade

No dia do crime, a PM chegou a ser acionada três vezes na mesma residência e, em um dos atendimentos, a mulher disse que se o homem não saísse de casa, ela iria matá-lo

Santa Rosa do Sul

Na tarde de domingo, dia 21, o homem que a mulher colocou fogo no dia 14 deste mês, acabou vindo a óbito no Hospital Regional de Araranguá. A vítima é Vanderlei Tomaz Roldão, morador de Santa Rosa do Sul, ele morreu após sete dias de internação, devido a queimaduras provocadas por sua ex-mulher. O homem teve ferimentos de queimaduras graves na região do pescoço e mesmo com o trabalho dos médicos e equipe de enfermagem, acabou não resistindo e vindo a óbito. O corpo do homem foi encaminhado para o IML, Instituto Médico Legal, de Criciúma e posteriormente entregue à família.

O crime aconteceu na por volta das 14h30min do dia 14, em Santa Rosa do Sul, na Vila São Cristóvão. Incialmente a PM teria ido até o local, para atender uma ocorrência de violência doméstica e conversou com o homem, que relatou à PM que sua companheira havia saído de casa antes da chegada da guarnição policial, O homem autorizou a entrada dos policiais em sua casa, para averiguação de uma possível ocorrência de violência doméstica, mas nada foi encontrado.

No dia do crime, a PM chegou a ser acionada três vezes na mesma residência e, em um dos atendimentos, a mulher disse que se o homem não saísse de casa, ela iria matá-lo. Segundo a mulher, ele agrediu sua filha de 15 anos e contra ele havia uma medida protetiva. Na casa, havia cinco crianças, que ficaram aos cuidados do Conselho Tutelar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui