sábado, 22 DE junho DE 2024
spot_img
SaúdeNúmero de casos preocupa e Sombrio aumenta armadilhas contra a dengue

Número de casos preocupa e Sombrio aumenta armadilhas contra a dengue

Publicidade

Em todo o ano de 2020, Sombrio registrou 123 focos de aedes, e este ano, até o dia 11 de fevereiro, já eram 89. As áreas mais afetadas estão em três bairros localizados no lado Oeste da cidade

Sombrio

Desde o ano passado, um vírus da classe ‘corona’ assombra a humanidade e se tornou a maior preocupação de povos e órgãos governamentais. No entanto, outro bichinho, também pequenino e capaz de fazer grandes estragos na saúde, não pode ser esquecido. Ele é o aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como a dengue, zika e chikungunya.

Em Sombrio, a coordenadora do Programa de Combate as Endemias, Luana da Silva da Rosa, tem motivos para se preocupar com o mosquito. Em 2020 inteiro, o município registrou 123 focos de aedes, e este ano, até o dia 11 de fevereiro, já eram 89. As áreas mais afetadas estão em três bairros localizados no lado Oeste da cidade – Januária, Nova Brasília e São José.

A equipe de combate à dengue possui cinco membros, que verificam semanalmente 158 armadilhas e 60 pontos estratégicos espalhados por todo o município. Pontos estratégicos são locais como borracharias e floriculturas, visitados a cada 14 dias. Quando um foco é encontrado, é delimitada uma área de 300 metros de perímetro para atuação da equipe. Os focos são muitos, mas os casos de doença são tão raros que nenhum foi confirmado no ano passado e este ano houve até agora somente uma suspeita de paciente com dengue.

A atividade da coordenadoria de combate a endemias é constante, mesmo assim, precisa ser ampliada, avalia Luana. A intenção é dobrar o número de armadilhas e aumentar os pontos estratégicos agora em 2021.

A coordenadora da Atenção Primária da Secretaria de Saúde de Sombrio, enfermeira Aline Inácio, explica que foi elaborado um cronograma de trabalho para o combate a dengue, que inclui a volta das ações educacionais nas escolas, interrompidas devido a paralisação das aulas presenciais em decorrência da pandemia do coronavírus. “Pedimos a Luana uma lista das necessidades do programa de combate a dengue e já estamos encaminhando a aquisição do necessário para duplicar as armadilhas. Também vamos nos reunir com representantes das comunidades para falar sobre um mutirão de limpeza de objetos que acumulam água parada”, informa Aline.

Porém, as duas profissionais enfatizam que o poder público sozinho não consegue dar conta de eliminar os focos do mosquito. A população precisa ser parceira e fazer a sua parte.

O período de verão, com as chuvas de fim de tarde e o calor, é especialmente perigoso para que o mosquito se reproduza e possa trazer sérios danos à saúde humana. Quem quiser fazer alguma denúncia ou pedir orientação sobre o aedes aegypti, pode entrar em contato com o serviço de endemia pelo telefone 3533 5277.


spot_img
spot_img

Matérias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.