Samae de Araranguá confere ligações na rede de esgoto

Publicidade

Com equipes que atuam com fiscalização e orientação técnica gratuita, o Samae tem reiterado junto à população a necessidade de providenciar regularização das ligações dos imóveis à rede de esgoto. Hoje, aproximadamente 40% da área urbana de Araranguá conta com esta infraestrutura.

O objetivo da autarquia é orientar os moradores para o uso adequado deste sistema. A ação iniciou no dia 30 de maio de 2022. Ligações irregulares causam mau cheiro e contaminação do meio ambiente, facilitando a proliferação de doenças como verminoses, cólera e hepatite. Além disso, podem causar extravasamentos nas ruas e refluxo de esgoto.

A metodologia aplicada é simples. Os fiscais do Samae, Dalton Anastácio Moraes e Enio Ribeiro, vão até o local para realizar testes e verificar se a residência ou empresa está regular ou não. Quando uma irregularidade é encontrada, o morador é notificado a providenciar a correção em até 30 dias e informar o Samae. O não cumprimento das adequações pode caracterizar dolo ou má fé, com o caso sendo comunicado para a Vigilância Sanitária Municipal e Ministério Público da Comarca de Araranguá.

Publicidade

Além da fiscalização quanto à ligação dos imóveis na rede de esgoto, o Samae realiza o complemento da iniciativa, que consiste na conferência se os ajustes indicados foram ou não atendidos. Esta é a atribuição do chefe de Serviço do Sistema de Redes e Ramais de Esgoto, Wiliam Soares de Souza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui