Câncer de cólon retal é bastante comum, mas pode ser prevenido

Médico Pedro Henrique Lima, da Secretaria Municipal de Saúde de Turvo, fala das campanhas de conscientização
Publicidade

Turvo

Março se veste de azul marinho e alerta sobre a importância de prevenir para o câncer de cólon retal. O médico Pedro Henrique Lima, da Secretaria Municipal de Saúde de Turvo, explica que as campanhas de conscientização são fundamentais para auxiliar a difundir informações. O câncer de cólon retal é um dos mais comuns que existe atualmente e pode ser prevenido com base na qualidade de vida.

Doutor Pedro aponta que o câncer de cólon retal nas mulheres perde apenas para o câncer de mama e nos homens para o de próstata e de pulmão. O câncer de cólon retal, de forma popular, pode ser compreendido por atingir o intestino grosso.

Publicidade

Quando surgem alguns sintomas, é importante buscar um médico e fazer a averiguação, pois caso seja um diagnóstico confirmado, as chances de curas no tratamento inicial são maiores. Os sintomas que podem indicar são: sangue nas fezes, alteração no ritmo intestinal, dores e desconforto abdominal, anemia, perda de peso abrupta (sem dieta), mudança no formato das fezes e se aparece massa palpável abdominal. Doutor Pedro enfatiza que são sinais, mas que a análise médica é que encaminhará as ações e que um diagnóstico precoce é importante.

Existem alguns fatores que trazem riscos conforme a OMS, Organização Mundial da Saúde. Ter mais de 50 anos, histórico familiar, obesidade, fumar, consumo de bebidos alcoólicas e alimentos processados e sedentarismo. Atuar na prevenção garante qualidade de vida tanto para a prevenção do câncer de colo retal, quanto para outras doenças, alerta o médico.

O médico explica que o tratamento envolve cirurgia, quimioterapia e radioterapia. “É um tratamento complexo, mas que tem cura. Sempre aproveitamos as campanhas preventivas, que os meses nos alertam por cores, para abordar que a prevenção sempre é melhor do que enfrentar a doença”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui