quinta-feira, 18 DE julho DE 2024
SaúdeMunicípios de SC aplicaram 68,9% das vacinas recebidas

Municípios de SC aplicaram 68,9% das vacinas recebidas

spot_imgspot_img
Publicidade

Desde que a primeira dose da vacina chegou a Santa Catarina, em 18 de janeiro, até esta terça (23), o Estado recebeu 298.140 doses de vacinas. Desse total, os municípios aplicaram 205.526 doses até esta quarta-feira (24), ou seja, 68,9% do montante.

Foram 156.570 aplicações como primeira dose, o equivalente a 76,2% das imunizações feitas até esta terça (23).

Em relação aos demais Estados brasileiros, Santa Catarina ocupa a 11ª posição em números absolutos de doses aplicadas.

Os dados estão no painel de vacinação no Estado, do Grupo ND, desenvolvido pelo Catarina Lab.

Novas remessas

O Estado de Santa Catarina recebeu mais duas remessas de vacinas para a Covid-19 nesta quarta-feira (24), totalizando 107,7 mil novas doses. Pela manhã chegaram 59,5 mil doses da AstraZeneca e, à noite, foram mais 48,2 mil doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

De acordo com a Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica), a distribuição dessas doses para as Regionais de Saúde será realizada na quinta (25). Todas as doses da Oxford/AstraZeneca serão distribuídas de forma integral, sem reserva da segunda dose, já que o intervalo para essa vacina é de 12 semanas.

No caso da Coronavac/Butantan será distribuída apenas metade das doses recebidas (24,1 mil) para a aplicação da primeira dose, sendo que a reaplicação precisa ser feita de 2 a 4 semanas depois da primeira. Essa forma de distribuição segue recomendação do Ministério da Saúde.

Segundo o superintendente da Vigilância em Saúde de Santa Catarina, Eduardo Macário, será possível seguir com a imunização dos idosos de 85 a 89 anos, iniciar a vacinação dos idosos de 80 a 84 anos e continuar imunizando trabalhadores da saúde, com a nova remessa.

Trabalho de conferência das vacinas na DIVENo galpão da DIVE em São José, as vacinas são armazenadas e distribuídas aos municípios, responsáveis pela aplicação – Foto: Mauricio_Vieira/Secom/ND

“O pessoal está fazendo conferência, separação, e iniciando planejamento para distribuição que começa amanhã [25 de fevereiro] de manhã. Temos o planejamento pronto, para ser encaminhado às 17 Regionais de Saúde, que encaminharão para os municípios continuarem a imunização”, disse Macário.

O governo do Estado, por sua vez, informou que vai continuar a aplicação de doses em idosos acima de 85 anos, além dos demais grupos prioritários que estavam sendo vacinados: trabalhadores da saúde, idosos, pessoas com deficiência institucionalizados e indígenas.

Oeste não receberá doses extras

Eduardo Macário lembrou que foram solicitadas ao Ministério da Saúde, 72 mil doses a mais de vacina para o Oeste do Estado. O intuito era vacinar todos os idosos daquela região, mas o Ministério da Saúde não pode atender o pedido no momento.

Armazenamento e logística da distribuição de vacinas ocorre em São JoséEstado não recebeu doses extras de vacina para o Oeste e não haverá prioridade para regiões na distribuição – Foto: Mauricio_Vieira/Secom/ND

O motivo é que todo estoque estratégico do ministério está voltado para atender a região Norte. Santa Catarina ficou com uma promessa: nas próximas remessas, assim que o estoque estratégico for recomposto, os Estados do Sul serão colocados como prioridade.

Até esta quarta, a cidade de Chapecó, no Oeste, que possui 220.367 habitantes, aplicou pouco mais de 10 mil doses da vacina. Desse total, 8.333 receberam somente a primeira dose e 1.795 pessoas receberam também a segunda dose. Ou seja, apenas 0,81% da população está imunizada.

Quadro da vacinação no Estado

Considerando que a nova remessa da AstraZeneca será para novas primeiras doses, o Estado deve passar a marca dos 200 mil vacinados, ao menos com a primeira dose, nas próximas semanas.

Florianópolis, a cidade que mais vacinou em Santa Catarina, aplicou pouco mais de 20 mil doses, em uma população com meio milhão de habitantes. Desses, 16 mil receberam a primeira dose, ou seja, 3,2% da população; enquanto 4.762 receberam a segunda dose: 0,95% da população.

Joinville, a cidade mais populosa do Estado, com 590 mil habitantes, aplicou 14.595 doses de vacina, sendo 12.724 como primeira dose e 2.221 em segunda dose.

Em Blumenau, 4.494 habitantes receberam a segunda dose da vacina: 1,2% da população, que é de 357.199 pessoas.

Governo foi cobrado na Alesc

Durante uma audiência pública promovida pela Comissão de Saúde da Alesc (Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina) na manhã desta quarta (24), a SES (Secretaria de Estado da Saúde) deveria apresentar o relatório de prestação de contas do terceiro quadrimestre de 2020, mas o assunto ficou em segundo plano.

Audiência pública na comissão de saúde da Alesc foi palco de cobranças dos deputados em relação ao ritmo de vacinação no Estado – Foto: Divulgação/Secom/NDAudiência pública na comissão de saúde da Alesc foi palco de cobranças dos deputados em relação ao ritmo de vacinação no Estado – Foto: Divulgação/Secom/ND

Deputados e convidados questionaram representantes da Saúde do governo sobre o enfrentamento à pandemia da Covid-19. Com o secretário André Motta Ribeiro em Brasília nesta quarta-feira, coube ao adjunto, Alexandre Lencina Fagundes, representar a Secretaria.

Os parlamentares criticaram o que chamam de “politicagem” em torno da vacinação. “É muita solenidade e pouca vacina”, disse Neodi Saretta (PT).

“Está havendo muita politização, muita vaidade, de várias autoridades”, completou Ada de Luca (MDB).

Mais fiscalização

O superintendente da Vigilância em Saúde de Santa Catarina estava nessa reunião. Eduardo Macário disse que a fiscalização precisa aumentar e a população colaborar, pois não existe vacina disponível para todos ainda.

“Por isso acho fundamental as medidas que alguns secretários têm feito no sentido de aumentar o rigor das restrições, evitar aglomerações, que a população entenda seu papel de utilizar máscara, álcool gel, de que não estamos no momento de normalidade”, disse.

De acordo com Macário, é importante passar a informação de que a vacina começou nos trabalhadores de saúde, idosos e ainda vai levar um tempo para que 90% da população seja vacinada.(Fonte: ND Mais)


spot_img

Matérias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.