Dia da Escola: importância da vivência escolar é evidenciada em tempos de distanciamento social

Ampliação do conhecimento, convivência e experiências compartilhadas são apontados como primordiais para a formação humana (Fotos: Mayara Cardoso)
Publicidade

Em tempos de pandemia e após meses sem poder frequentar a sala de aula, as escolas tornaram-se, mais do que nunca, espaço onde as crianças querem e precisam estar. Além de ser um direito, a falta do convívio diário com professores e colegas afetou diretamente a rotina, aprendizados e comportamentos dos pequenos enquanto ainda não era possível voltar à escola. A retomada das aulas, para a diretora do Colégio Unesc, Giselle dos Passos Vieira, tem importância não só pela qualidade do conhecimento científico, mas pela formação humana dos alunos na partilha dos momentos de convívio entre os estudantes.

Nesta segunda-feira (15/3), Dia da Escola, conforme Giselle, o valor da presença no ambiente escolar merece ser enaltecido. Isso porque, para a diretora, fica evidente que a importância deste espaço vai muito além da apropriação do conhecimento mediado pelos professores em sala de aula. “A principal contribuição ultrapassa esse tipo de conhecimento. Viver a escola é estar em um ambiente no qual aprende-se a conviver, cooperar, trabalhar em equipe, respeitar diferenças, dividir e tantas outras situações que representam lições tão valiosas, especialmente na infância e na adolescência”, destaca.

Para o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus, é muito importante marcar a passagem desta data para evidenciar a força das escolas e da educação na construção de uma sociedade mais humana, sensível e transformadora. “É necessário reconhecer nossas escolas como espaços de criação e socialização e fundamentais para a convivência humana. Na Unesc, nosso Colégio proporciona a experiência de uma grande Universidade que associada ao cuidado e as especificidades da Educação Básica proporciona aos nossos estudantes uma educação de excelência”, pontua.

Com experiência na direção de escolas, Giselle aponta o ambiente escolar como pilar de extremo significado no desenvolvimento das crianças e adolescentes, ao lado da presença familiar. “A família e a escola são a base de tudo. Em casa eles aprendem os valores familiares, regras e normas de convivência, mas é na escola que podem colocar em prática os conceitos para viver em sociedade”, comenta Giselle.

O conhecimento científico, assim como todas as informações, de acordo com a diretora, pode estar a um clique de todos, no entanto, é na escola que o professor irá trazer sentido e significado, fazendo conexões entre a teoria e as vivências, para o desenvolvimento de cidadãos críticos e conscientes de seu papel para a criação de uma sociedade melhor, mais justa e igualitária. “Na escola crianças e adolescentes tornam-se protagonistas de suas histórias. Em qual outro ambiente seria possível isso?”, questiona.

Falar de escola, para a coordenadora do ensino fundamental I e II do Colégio, Wânia Inácio da Silva Ramos, é falar de acolhimento, vivência, diálogo e aprendizagem. “Um espaço em que o maior desafio de cada ser humano vem à tona: aprender a conviver, a estabelecer relações, parcerias, socializar conhecimentos e experiências. Esse espaço nos desafia a aprender a aprender desde os primeiros contatos que se estabelece quando ainda somos bem pequenos, compreendendo o nosso próximo e o mundo em que vivemos com um olhar de zelo e anseio de transformação”, resume.

Experiência de Universidade Comunitária

Somado ao papel fundamental do ambiente escolar por si só, conforme Giselle, o Colégio Unesc oferece ainda o diferencial de estar inserido em uma grande Universidade Comunitária. O contato com espaços de aprendizagem qualificados, como uma biblioteca universitária que oferece ainda espaço especial para as crianças, laboratórios modernos e muito bem equipados, Museu de Zoologia, horto florestal e tantos outros espaços para expressões esportivas, artísticas e culturais, sem mencionar na qualidade dos professores e outros profissionais que atuam no colégio, para a diretora, somam recursos importantes em favor dos alunos e alunas que iniciam a caminhada da educação já neste ambiente.

Todo o cenário acadêmico, para a diretora, complementa o conceito de “comunitário”, que também se estende ao Colégio Unesc. “Estando dentro de uma instituição que tem em suas diretrizes o papel social, o Colégio amplia ainda mais seu papel na formação dos estudantes. Eles vivenciam dia a dia a relação com a excelência no ensino, a pesquisa e a extensão e ganham consciência sobre seus papeis para o desenvolvimento da sociedade”, acrescenta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui