sábado, 22 DE junho DE 2024
spot_img
PolicialMilitares e família falam sobre salvamento de bebê engasgado

Militares e família falam sobre salvamento de bebê engasgado

Publicidade

Os sargentos Andersom e Thiago visitaram os pais do recém-nascido, que salvaram de um engasgamento, no último domingo no posto da Polícia Militar de Bela Torres

Passo de Torres

Na tarde da última terça-feira, dia 9, a reportagem do Jornal Correio do Sul acompanhou com exclusividade a visita dos sargentos Andersom Dalpont Zanatta e Thiago Antunes Chiamenti para a família do recém-nascido de pouco mais de 40 dias de vida, Felipe da Rosa, que teve sua vida salva na tarde do último domingo por uma ação heroica de dois policiais. Naquela tarde quente, a família apareceu no posto policial da Bela Torres com o bebê quase sem vida, engasgado com leite materno. Agindo com rapidez e perícia, os PMs salvaram o bebê.

Já na chegada dos policiais na casa da família, era visível a felicidade dos pais do bebê. Os sargentos foram acolhidos pelos pais do pequeno, Eliane Cristina de Oliveira Vicente e seu esposo Joeci da Rosa.

Em conversa com a reportagem, o casal disse que são moradores na cidade de Nova Petrópolis (RS), mas que tem casa na comunidade de Bela Torres, onde costumam vir no verão e feriados. Mas no domingo, por volta das 16h30min, viram seu filho entre a vida e a morte, salvo pelos PMs.

“Eu estava sentada no sofá, amamentando o Felipe no peito, quando ele se engasgou com o leite, então começou a tossir, imediatamente bati nas costinhas dele, mas ele não voltava, então desfaleceu”, comenta a mãe. Ela relata que começou a fazer uma manobra para tentar desengasgar o filho, mas se desesperou quando a ação não estava dando resultado. “Eu estava muito tensa e muita angustiada, preocupada em salvar a vida do meu filho e ele acabou não voltando”, diz. Vendo que teriam de correr contra o tempo para salvar a vida do bebê, a família entrou no carro e saiu em busca de ajuda.

O pai nunca vai esquecer da sensação de pânico e impotência ao ver o bebê sem reação. “Na hora a gente se apavora, é a vida do nosso filho que está ali em nosas mão. Tentamos salvar o filho, mas vendo que não estávamos tendo sucesso lembrei da base da Polícia Militar que existe aqui na Bela Torres, então, sem pensar muito, fomos até o posto policial onde encontramos o sargento Tiago e o sargento Zanatta, que nos acolheram e começaram a fazer os procedimentos que salvaram a vida do meu Felipe”, recorda.

O sargento Zanatta, que vai fazer 18 anos de serviço, disse à reportagem que foi a primeira vez que realizou esse tipo de procedimento para salvar a vida de uma criança. “Graças a Deus, deu tudo certo pois em um trabalho focado conseguimos trazer nosso amigo Felipe de volta à vida. Foi um momento bastante tenso, foram 15 minutos lutando na tentativa de salvar a vida do bebê, mas o momento em que ele abriu o olhinho e deu a tossezinha, foi de uma emoção única e indescritível. Então, foi um momento de grande felicidade para mim, também para o sargento Tiago e para os pais, pois podemos respirar aliviados com a certeza de uma missão cumprida”, diz.

Com 23 anos de Polícia, o sargento Tiago já atuou em várias regiões, mas nunca tinha atendido uma ocorrência desse gênero. “A sensação foi maravilhosa, após conseguimos dar volta na situação. O momento que Felipe chorou não tem o que pague, uma emoção tão grande de ver a criança voltando a vida, sabendo que participamos diretamente disso”, conta. Tiago também lembrou que, mesmo sendo um momento de muita pressão, os policiais tiveram uma determinante calma, pois se via o desespero dos pais. “Naquela situação, ficamos calmos e buscando a forma correta para salvar a vida da criança. O equilíbrio foi fundamental para o sucesso da ação dos policiais”, conclui.

Com o filho são e salvo nos braços, Joeci, pai de Felipe, só sabe agradecer pelo empenho dos heróis, que deram ao pequeno uma segunda chance. “A palavra que tenho é a mais pura e sincera gratidão a esses policiais, verdadeiros heróis que salvaram a vida do meu filho. Podemos ter a certeza que a Base da Polícia Militar foi nosso porto seguro e o Felipe vai crescer sabendo disso. Esperamos, durante os próximos verões, levar o Felipe para que nossos amigos sargentos possam acompanhar o crescimento do nosso pequeno”, acrescenta.

Felipe pode não saber bem o que aconteceu agora, mas se depender de seus pais, no futuro vai entender que anjos existem e que muitos deles usam farda.


spot_img
spot_img

Matérias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.